• Notícias

    USP recebe R$ 4,8 milhões para desenvolver droga contra a Aids

    Quatro projetos de desenvolvimento de medicamentos da USP de Ribeirão Preto, um deles sobre AIDS, terão investimento de R$ 9,85 milhões. Os recursos serão liberados pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia.O maior volume, de R$ 4,8 milhões, será destinado à Faculdade de Ciências Farmacêuticas, para o desenvolvimento e produção do antirretroviral tenofovir.O remédio compõe o coquetel anti-HIV. A patente da droga deve expirar em breve, segundo um dos integrantes da pesquisa, o professor Giuliano Cesar Clososki.Até lá, a USP...

    26/11/2010, 06:35 h

    Leia mais

    Só quatro em cada dez brasileiros usam preservativos e metade não sabe se é ou não portador do vírus HIV

    Os dados publicados dia 23 de novembro pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostram que, se o Brasil é considerado um exemplo no combate à doença, há problemas na estratégia da prevenção. A taxa de uso do PRESERVATIVO - maneira considerada a mais eficiente na luta contra a doença - é de 43%, inferior à de países africanos, europeus e latino-americanos.O governo lembra que entre 15 a 19 anos a taxa é de 76%, mas cai para um a cada três homens entre 25 e 49 anos. Hoje, o País destina menos de 10% de seu orçamento de US$ 623 milhões para a AIDS para a prevenção. O resto vai...

    26/11/2010, 06:34 h

    Leia mais

    Droga antirretroviral é eficaz na prevenção

    Pela primeira vez, estudo clínico prova efeito protetor do remédio contra infecção por HIV.Pesquisa feita em seis países, Brasil incluído, mostrou que o uso profilático de um remédio antirretroviral reduz o risco de infecção por HIV em até 94,9% em homens que fazem sexo com homens.É a primeira vez que a eficácia dessa droga na prevenção da AIDS fica comprovada.A droga usada foi o Truvada, que inibe a replicação do vírus e é uma das opções para o tratamento de pessoas com HIV. No Brasil, ela está em fase de registro junto à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).O...

    24/11/2010, 06:38 h

    Leia mais

    Epidemia de Aids entra em declínio

    Estudo da ONU em 182 países aponta queda no número de pessoas infectadas e nas mortes causadas pela doença.Ao mesmo tempo, doentes que precisam de tratamento e ainda não têm acesso a ele são 10 milhões no mundo.Cerca de 33,3 milhões de pessoas no mundo têm o vírus da AIDS. Mas a epidemia começa a ser revertida, segundo relatório da Organização das Nações Unidas divulgado ontem.Ao menos 56 países conseguiram estabilizar ou reduzir o número de novas infecções pelo vírus. Por outro lado, ainda falta acesso ao tratamento para cerca de 10 milhões de pessoas infectadas.Grupos...

    24/11/2010, 06:37 h

    Leia mais

    A Moda na Luta Contra o HIV 2010

    Desde 1987, o dia 01/12 foi escolhido como o Dia Mundial da Luta Contra a AIDS. Uma importante data para as organizações do setor lembrarem sobre a luta contra essa epidemia.Apesar dos avanços da medicina, a cura para esta doença ainda não existe. O uso da camisinha é uma forma de prevenção cientificamente comprovada. Todos os anos cerca de 5 milhões de pessoas se infectam com o vírus HIV, e mais de 3 milhões morrem devido a infecção. No Brasil são milhares de novas infecções todos os anos.Qualquer pessoa sexualmente ativa pode ser contaminada em caso de sexo não protegido!O...

    22/11/2010, 06:41 h

    Leia mais

    Bento 16 recebe elogios por fala sobre uso de camisinha

    Em livro, papa afirma que prática pode ser justificada em "alguns casos"Parte dos ativistas, no entanto, fez ressalvas ao otimismo, pois fala é obscura; Vaticano diz que não existe reformaCatólicos liberais, ativistas e profissionais de saúde ao redor do mundo receberam com satisfação a declaração de Bento 16 sobre considerar o uso da CAMISINHA justificado em "alguns casos".O papa falou ao jornalista alemão Peter Seewald numa série de entrevistas que compõem um livro inédito. Trechos da publicação, a ser lançada amanhã, foram divulgados pelo Vaticano sábado."Pode haver casos...

    22/11/2010, 06:39 h

    Leia mais

    Representante da Rede Nacional de Jovens e Adolescentes Vivendo com HIV, Otávio Montanher realizará workshop sobre prevenção para brasileiros que residem no Japão

    "Vou dizer aos adolescentes como é viver com o vírus da AIDSnesta idade, o dia-a-dia de quem toma remédios, e também a importância de ter oapoio dos amigos e lutar pelos direitos das pessoas que vivem com ovírus", explicou Otávio.Ele considera uma oportunidade inédita que vai acrescentar muitoao trabalho de prevenção que realiza em sua cidade. "Estou muito feliz emdividir com pessoas de outro país tudo que aprendi sobre a doença. Acredito quevou voltar com novas ideias", disse.O Grupo Criativos existe desde 1995 e todos os anos promoveencontros entre ativistas que trabalham com a AIDS e a...

    18/11/2010, 06:42 h

    Leia mais

    Campanha oferece teste de HIV até dezembro

    Testes de HIV gratuitos começaram a ser feitos ontem em todo o Estado de São Paulo e serão oferecidos até 1.º de dezembro, Dia Mundial de Combate à AIDS. Promovido pela Secretaria Estadual de Saúde, o mutirão de testes é parte da campanha "Fique Sabendo", que incentiva o diagnóstico precoce da infecção pelo HIV. Até o dia 1.º de dezembro deverão ser feitos 120 mil exames, em mais de 460 municípios.

    17/11/2010, 07:08 h

    Leia mais

    Folha de S.Paulo divulga lançamento da campanha Fique Sabendo

    Jornal paulistano destacou a iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde, que segue até o dia 1º de dezembro. Leia a seguir.Secretaria promove testes gratuitos de HIV em 470 cidadesDE SÃO PAULO - Começa hoje a campanha da Secretaria de Estado da Saúde "Fique Sabendo", que fará um grande mutirão para promover testes gratuitos de HIV em 470 municípios de São Paulo.O objetivo é incentivar o diagnóstico precoce da contaminação pelo vírus, considerado fundamental para o sucesso do tratamento.Para realizar o teste, não é necessário agendar horário. Basta comparecer à unidade de saúde...

    17/11/2010, 06:50 h

    Leia mais

    Após diagnóstico de HIV, vida sexual de homens e mulheres toma rumos diferentes

    Soropositivos necessitam de suporte mais humanizado dosprofissionais da saúde.Estudo realizado na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP constatou que após o diagnóstico positivo de HIV, homens e mulheres sofrem piora em suas relações sexuais. Esse resultado pode estar relacionado a inúmeros fatores, desde o desempenho até a frequência do ato sexual. Segundo a pesquisa, ao comparar homens e mulheres, foi possível perceber que cada grupo considera diferentes variáveis como causas da piora na vida sexual.A psicóloga Lígia Polistchuck estudou o assunto em sua dissertação de...

    17/11/2010, 06:43 h

    Leia mais